Um lugar que ainda não fui

É possível que você não se lembre, mas tem um tempo na vida em que todos os dias a gente visita lugares onde nunca foi. É quando o mundo, as pessoas, as coisas são feitos de possibilidades, e tudo ainda está por ser descoberto. Pois é só atravessar uma porta no meio do palco do Meia Ponta Cia. de Dança para voltar para esse tempo e lugar.

O novo espetáculo do grupo – batizado “Um lugar que ainda não fui” e inspirado no livro “Um mundo de coisas”, de Marcelo Xavier -, na verdade, quer falar com as crianças. Com direção de Marisa Pitanga Monadjemi, coreografia de Tuca Pinheiro e música especialmente composta por Kiko Klaus, abre mão das palavras, mas recorre a uma linguagem muito íntima desse público tão particular: a fantasia. E aproveita das alegorias e objetos para contar sua história, que pode muito bem ser lida como um diário de navegação e tudo que ele tem de novidade, incerteza e desafio.

O mundo que a companhia leva para a cena se constrói (e desconstrói) a cada brincadeira. Uma caixa enorme e quadriculada pode tanto virar um barco pronto para explorar o desconhecido quanto um grande e agitado boi-bumbá. Cartolas, barbantes, papel de jornal ganham funções surpreendentes e com toques de improviso. O elenco também se comporta como se participasse de um jogo, em que o importante mesmo é o processo, pois é quando ainda é possível ter iniciativa, correr riscos, criar situações e poder reagir a elas. Bailarinos promovidos a crianças aprendem que podem dominar o ambiente e têm o poder de decidir as regras.

Em “Um lugar que ainda não fui”, a dança que se apresenta ousa ser alegre, ter o espírito leve, a coragem matinal, os instantes satisfeitos. E lembra que, nas brincadeiras, o corpo experimenta e coloca em prática o sentido de movimento físico, mas de uma maneira descomplicada, simples, que não exige treinamento para se comunicar. Para criançada, vai ser mais uma deliciosa visita ao quarto de brinquedos.

Michele Borges da Costa, para o programa do FID 2010

Confira algumas fotos do espetáculo:


FICHA TÉCNICA

Direção geral Marisa Pitanga Monadjemi
Direção coreográfica e roteiro Tuca Pinheiro
Concepção Meia Ponta Cia de Dança
Intérpretes criadores Inês Amaral, Karina Collaço, Violeta Vaz Penna, Tuca Pinheiro
Colaboração artística Rosa Hercoles e Marcelo Xavier
Preparação corporal Marise Dinis Tuca Pinheiro
Iluminação Wladimir Medeiros Alexandre Galvão
Assistente de iluminação/Operação de luz João da Mata Jr.
Música/Trilha sonora original Kiko Klaus
Sonoplastia/Operação de som Lívia Rangel e Marisa Pitanga Monadjemi
Cenário/Figurino Marcelo Xavier
Assistente de cenário e figurino Artur Assis
Confecção de cenário Nilson Santos
Confecção de figurino Dudu Guimarães
Fotografias do espetáculo Adriana Moura
Edição de fotos da projeção Kalu Brum
Produção Mercado Moderno – Keyla Monadjemi Kika Bruno

 

compartilhe este post:
  • Facebook